Polícia Militar “estoura” rinha de galo no Noroeste Fluminense, RJ

Polícia Militar “estoura” rinha de galo no Noroeste Fluminense, RJ

Graças a uma denúncia anônima repassada ao Disque Noroeste (3822-1177), policiais militares do serviço reservado do 29 BPM e do DPO de Varre-Sai, “estouraram”, na tarde deste domingo (10/07), uma rinha de galos que funcionava clandestinamente no interior do sítio Mundo Novo, na zona rural do município.

Na propriedade pertencente ao aposentado J.H.F., de 74 anos, os agentes encontraram 11 galos da raça índio brasileiro, que eram submetidos à lutas sob aposta, além de serras e protetores para esporas, relógio usado para marcar o tempo dos confrontos, demais acessórios, inclusive, o livro-caixa onde eram registrados todos os movimentos financeiros.

Além do responsável pelo imóvel, localizado às margens da estrada vicinal que liga aquele município ao distrito de Arraial Novo, Bom Jesus do Itabapoana, outras 15 pessoas, entre expectadores e apostadores, foram conduzidos à 140ª Delegacia, onde prestaram depoimento. Parte deles, responderá em liberdade por crime ambiental e maus-tratos. Os animais permaneceram junto aos tutores, que passam a ser seus depositários fieis.

RJ Varre Sai policia estoura rinha galos noroeste fluminense2

RJ Varre Sai policia estoura rinha galos noroeste fluminense3

RJ Varre Sai policia estoura rinha galos noroeste fluminense4

Fonte: Rádio Itaperuna (com informações da Rádio Natividade FM) 

Nota do Olhar Animal: Mais um exemplo da absurda atitude de deixar os animais vítimas de maus-tratos sob guarda de seus algozes. O silêncio dos parlamentares “defensores dos animais” sobre este tema continua… 

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.