Polícia Militar resgata 23 aves mantidas em cativeiro em Planaltina, DF

Polícia Militar resgata 23 aves mantidas em cativeiro em Planaltina, DF

Uma equipe do Grupo de Patrulhamento Ambiental prendeu quatro pessoas, na tarde desta segunda-feira (10/9), durante um patrulhamento no Vale do Amanhecer, em Planaltina, após encontrarem 23 pássaros silvestres sendo criados em cativeiro, sem autorização. Os autores foram autuados por crime contra a fauna.

Os animais foram encontrados em quatro residências, próximas umas das outras, e apreendidos, já que os supostos donos não tinham licença para criá-los. As aves foram encaminhadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Ibama, onde serão avaliadas por veterinários que verificarão se têm condição de retornar para a natureza. As que não estiverem em bom estado de saúde ficarão em quarentena e passarão por uma readaptação para depois serem soltas.

Foram apreendidas 23 aves de diversas espécies, entre elas: curió, canário-da-terra, gaturama, sabiá-laranjeira, encontro-amarelo, trinca-ferro.

Os responsáveis vão responder por crime contra a fauna e podem ser condenados de seis meses a um ano de detenção, além de pagamento de multa. A penalidade está prevista no artigo 29, da Lei nº 9.605/98.

De acordo com o Sargento Arizomar, do Batalhão Ambiental, as capturas ilegais de aves silvestres geralmente são feitas por compradores e vendedores clandestinos. “Normalmente, eles trocam entre si. Colocam as aves para reproduzir e fazem um ciclo de negócios”, completou.

Fonte: Correio Braziliense

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.