Polícia Militar resgata cães abandonados em oficina no Centro de Patos de Minas, MG

Polícia Militar resgata cães abandonados em oficina no Centro de Patos de Minas, MG

Após receber denúncia de vizinhos, a Polícia Militar resgatou dois cães em situação de maus-tratos dentro de uma oficina abandonada na esquina da Avenida Fátima Porto com a Rua Farnese Maciel, no Centro de Patos de Minas. O flagrante foi registrado na manhã de sábado (10/02).

Segundo informações da Polícia Militar, os vizinhos relataram o responsável por uma oficina de pintura de veículos havia se mudado há cerca de dois meses e deixado dois cachorros sem alimentação e água.

Após receber denúncia de vizinhos, a Polícia Militar resgatou dois cães em situação de maus-tratos dentro de uma oficina abandonada na esquina da avenida Fátima Porto com a rua Farnese Maciel, no Centro de Patos de Minas. O flagrante foi registrado na manhã de sábado (10/02).

Segundo informações da Polícia Militar, os vizinhos relataram o responsável por uma oficina de pintura de veículos havia se mudado há cerca de dois meses e deixado dois cachorros sem alimentação e água.

Os policiais chegaram e confirmaram a situação com uma testemunha, que relatou que os cachorros foram abandonados por aproximadamente 10 dias. Ele relatou que outros vizinhos têm fornecido comida aos animais para evitar que morram de fome. A testemunha disse ainda que o suspeito tem envolvimento com drogas e teria se mudado para o bairro Sebastião Amorim, porém não sabia o endereço exato.

Os policiais fizeram contato com um vizinho que alugou o imóvel diretamente do proprietário e depois repassou a oficina para o suspeito. Os militares constataram que não há contrato de sublocação O imóvel ainda está em litígio judicial devido a atrasos no aluguel e responsabilidade.

No local, os militares verificaram os sinais de abandono, vegetação inutilizada e um cachorro magro com aparência de maus tratos. Eles tentaram contato com o suspeito, mas não conseguiram.

O dono do imóvel compareceu ao local e informou sobre a demanda judicial o locatário e o suspeito por inadimplência. Ele confirmou que após o corte de energia, o suspeito teria feito uma ligação direta junto ao poste.

Ao verificar o imóvel, ao verificar o imóvel, os policiais visualizaram indícios de furto de energia. A CEMIG foi informada sobre o furto e se comprometeu a comparecer ao local, porém não informou data ou hora.

Diante da evidência de abandono, maus tratos aos animais e possível furto de energia, o cadeado foi rompido para resgatar os cachorros. Os moradores vizinhos se comprometeram a cuidar dos cães.

Um boletim de ocorrência foi registrado e a Polícia Militar faz buscas para tentar identificar o suspeito de maus-tratos e furto de energia e água. A Polícia Militar de Meio Ambiente também foi informada e vai acompanhar o caso.

Por Igor Nunes

Fonte: Patos Notícias

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.