Polícia prende integrante de quadrilha que sequestra cisnes no Ibirapuera, em SP

Polícia prende integrante de quadrilha que sequestra cisnes no Ibirapuera, em SP
Parque Ibirapuera - arquivo/Metro

Cerca de quarenta cisnes são sequestrados do Parque do Ibirapuera, na Zona Sul de São Paulo em uma ação que vem acontecendo desde 2019.

De acordo com a polícia civil, uma quadrilha se especializou no furto dos animais que ficam soltos no parque.

Segundo a SSP, equipes do 36º DP investigam o caso desde outubro do ano passado, quando as aves começaram a sumir.

Nessa quinta-feira, 7, ao menos um homem foi preso em flagrante enquanto transportava um cisne negro em um carro. Ele confessou o sequestro dos animais. Disse ainda que vendia as aves em aplicativos e sites como OLX e Mercado Livre. Cada ave seria vendida por R$ 1,5 mil a R$ 2,5 mil.

O acusado passou por audiência de custódia e foi solto para responder ao crime em liberdade.

A polícia está em busca dos receptadores dos outros 39 animais.

Ainda de acordo com a SSP, os policiais também identificaram outro suspeito, que seria o responsável pela comercialização dos animais em sites de vendas e redes sociais. As operações estão em andamento para prendê-lo.

Fonte: Metro Jornal

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.