Policiais e bombeiros sepultam macaco encontrado carbonizado em Bela Vista, MS

Policiais e bombeiros sepultam macaco encontrado carbonizado em Bela Vista, MS
Macaco encontrado morto carbonizado em árvore. (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Polícias militares ambientais e bombeiros enterraram nesta segunda-feira (23) um macaco encontrado morto pelo incêndio que atingiu Bela Vista, distante 322 quilômetros de Campo Grande. Foram 4 dias de fogo que devastou a área rural do município. Além do primata, que foi enterrado pelos militares, dois tatus foram localizados carbonizados na mesma região. 

Segundo o tenente Fernandes, comandante do quartel de Bombeiros Militar de Jardim, que atende a região de Bela Vista, os militares ficaram chocados com a cena dos animais carbonizados. “Por mais que estejamos acostumados, imagens como esta sempre nos comove”, disse. Assista, abaixo, ao vídeo do enterro. 

 

O macaco foi enterrado, explicou o tenente, na tentativa de demonstrar a importância da fauna e da flora e de conscientizar a população dos perigos do fogo. “É preciso que as pessoas vejam a capacidade de destruição do fogo para que se conscientizem e em hipótese alguma coloque fogo em vegetação. Além de destruir a fauna e a flora, provocar incêndios é crime ambiental e quem for flagrado será responsabilizado. Precisamos unir forças contra o inimigo comum, o fogo mata. É preciso respeitar a vida e o meio ambiente”, destacou.  No ano passado, vários animais foram vítimas do fogo no pantanal. 

Tatus também foram encontrados mortos. (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
Tatus também foram encontrados mortos. (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Desespero

Bela Vista não tem quartel do Corpo de Bombeiros. Depois de a cidade  “queimar” durante quatro dias, o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) expediu recomendação de urgência para que o Governo e a prefeitura do município tomem as providências necessárias para a conclusão da obra de instalação do Corpo de Bombeiros na cidade. A unidade dos bombeiros mais próxima fica em Jardim, a 90 km de distância, o que inviabiliza os atendimentos de emergência. 

Por Viviane Oliveira 

Fonte: Campo Grande News

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.