EUA Ohio policiais passaro ninho

Policiais fazem a coisa mais amável por um pássaro que construiu seu ninho no carro deles

Por Stephen Messenger / Tradução de Carolina Candido de Jesus

Ela pode ser apenas uma pomba comum, mas esta quase mãe tem alguns amigos de corações muito grandes.

Oficiais do Departamento de Polícia de Parma em Ohio descobriram recentemente que um de seus carros reserva de patrulha tinha sido comandado pelo pequeno pássaro, que, evidentemente, decidiu que era um lugar perfeito para construir seu ninho. Mas, ao invés de expulsar o intruso de penas de seu local acolhedor, eles fizeram exatamente o contrário.

Eles o tornaram ainda mais aconchegante.

Já que o local que a pomba tinha escolhido para botar os seus ovos não tinha muita proteção contra o clima, os policiais ainda prenderam um guarda-chuva no pára-brisa para manter seu ninho seco na chuva e com sombra durante o sol.

EUA Ohio policiais passaro ninho2

Então, só para ter certeza de que a pomba não seria incomodada por qualquer um que pudesse não ter consciência de que a rádio-patrulha era agora uma maternidade de pássaros, eles continuaram e delimitaram toda a vaga do estacionamento com fita policial. Mas suas boas ações não param por aí.

Os policiais estão até mesmo desenterrando minhocas para ela, assim ela fica bem alimentada enquanto incuba seus bebês.

EUA Ohio policiais passaro ninho3

O porta-voz da polícia de Parma, Kevin Riley, disse à estação de notícias Fox 8 que, apesar de todo esse esforço em nome de um pássaro não ser necessariamente crucial para o seu trabalho na aplicação da lei, é parte de uma vocação maior:

“Nossos funcionários são seres humanos como qualquer outra pessoa. Cuidamos de todas as vidas, humanas e animais, então os oficiais cederam o veículo para essa pomba, que foi apelidada de Gerty, ser cuidada e poder cuidar de seus filhotes na rádio-patrulna.”

EUA Ohio policiais passaro ninho4

Esse que é um bom trabalho policial!

Fonte: The Dodo

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.