Policiais mobilizam campanha de adoção para 20 cães que ‘moram’ em quartel no Amapá

Policiais mobilizam campanha de adoção para 20 cães que ‘moram’ em quartel no Amapá

Policiais militarem decidiram mobilizar uma campanha para encontrar novos responsáveis por 20 cães que passaram a “morar” no quartel do Batalhão Ambiental (BA) este mês, em Santana, a 17 quilômetros de Macapá. Os interessados podem fazer a adoção ou ajudar no custeio com alimentação e castração.

São 12 adultos e 8 filhotes, sendo 10 fêmeas e 2 machos. A mobilização é feita pela Divisão de Ensino e Programas Sociais do BA, da qual a sargento Elizabeth Trindade faz parte. Ela explicou que no início do mês 3 animais foram abandonados na área do quartel, depois outros cães foram aparecendo.

“Uma cadela teve uma ninhada e a gente tomou a iniciativa de fazer essa campanha, para que as pessoas adotem ou apadrinhem os adultos, que podem colaborar com a gente com a alimentação ou castração. Estamos buscando parceiros que possam dividir o custeio da cirurgia com os policiais. Temos recebido muitas denúncias de abandono de animais durante a pandemia”, comentou Elizabeth.

Filhotes ‘moram’ no Batalhão Ambiental — Foto: Batalhão Ambiental/Divulgação

Os animais não têm raça definida. Os filhotes são vermifugados e precisam ser vacinados. Os interessados assina um termo de adoção se comprometendo com a saúde física e mental do animal -disponibilizando, além do cuidado médico, de tempo e carinho também.

“Antes a gente conversa para que seja uma adoção responsável. Por mais que a pessoa tenha vontade, ela tem que ter consciência da responsabilidade de adotar uma vida. Ela vai ter um custeio com a saúde e alimentação do animal, que também precisa interagir com outros animais; cada um tem uma personalidade diferente”, comentou a sargento.

Entre os animais, alguns são adultos — Foto: Batalhão Ambiental/Divulgação

O Batalhão Ambiental não funciona como um canil, que recolhe ou recebe pets. O órgão atua com apreensão, captura e resgate de animais silvestres, como cobras, preguiças, jacarés, etc.

“Com a campanha a gente quer estimular a adoção, para que as pessoas estejam abertas, que possam cuidar de filhotes ou ajudar a cuidar de cães adultos. É importante ressaltar que a pessoa que abandona um animal, dependendo da circunstância, pode ser responsabilizada criminalmente”, ressaltou a sargento.

Os interessados em adotar ou contribuir com a criação de algum cão pode entrar em contato pelo número do batalhão: (96) 99139-9433.

Policiais mobilizam adoção ou contribuição para cuidados com os animais. — Foto: Batalhão Ambiental/Divulgação
Campanha faz mobilização para adoção de 20 cães — Foto: Batalhão Ambiental/Divulgação

Por Fabiana Figueiredo 

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.