População de Indaiatuba (SP) se mobiliza após sumiço de famoso urubu

População de Indaiatuba (SP) se mobiliza após sumiço de famoso urubu

Loro possui página em rede social e está desaparecido desde agosto. Animal era criado com liberdade e costumava visitar pontos da cidade.

Moradores de Indaiatuba (SP) estão mobilizados após o sumiço do urubu Loro, que conquistou fama na cidade e acumula mais de 13 mil seguidores em uma rede social. A última aparição do animal foi no dia 29 de agosto, em uma fazenda de Campinas (SP).

Loro foi encontrado há dois anos dentro de uma caixa em uma escola da cidade. Desde então, ele é cuidado pela comerciante Telma Crepaldi, “mãe” do urubu.

SP indaiatuba urubu untitled 3Criado com outros animais, Loro desenvolveu características únicas para a espécie, e sempre foi acostumado com a aproximação humana. “Ele é muito sociável, e geralmente nos lugares que têm muita gente, é aonde ele desce. Ele brinca com todo mundo”, conta Telma.

De acordo com Telma, o urubu foi criado de maneira livre, e nunca ficou aprisionado em uma gaiola. Por isso, o animal se acostumou com a liberdade, e começou a visitar todos os cantos da cidade, conquistando o gosto da população.

O maior medo de Telma é não encontrar o urubu por ele estar preso. “Se alguém prendeu ele, ele vai se mutilar. Ele não vai aguentar ficar preso, ele vai morrer, ter depressão, ele não aguenta”, conta a comerciante.

Mobilização

Por isso, a página “Loro, urubu querido de Indaiatuba” no Facebook, que costumava receber fotos de aparições do animal pela região, passou a servir de campanha para encontrá-lo. “Nós só queremos saber notícias, não queremos ele de volta, nada disso. Queremos um relato, alguma coisa para comprovar que é ele”, conta a responsável pela página, Gláucia Lins.

De acordo com Telma, muitas pessoas estão enviando mensagens e fotos de urubus para ajudar a encontrar Loro. “Estamos pedindo para as pessoas avisarem na página se encontrar ele. O Loro desce e brinca com as pessoas, vai no pé, desamarra cadarço, assim dá para saber que é ele”, conta Telma.

Um dos lugares que o animal costumava visitar com maior frequência é o Parque Ecológico de Indaiatuba. No local, fãs do urubu esperam ansiosamente por seu retorno. “Todo mundo olha para o céu e chama ele. Estão todos mobilizados, e por aqui é difícil alguém não conhecer ele”, diz a auxiliar de escritório Fernanda Stocco.

“Não é sempre que você encontra um urubu em uma praça pedindo carinho. Eu torço muito para que ele esteja bem, para que ele volte e faça a alegria da cidade”, diz Gláucia Lins.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.