Portugal: AMAL estuda viabilidade de criação de dois Canis Intermunicipais na região

Portugal: AMAL estuda viabilidade de criação de dois Canis Intermunicipais na região
AMAL estuda viabilidade de criação de dois Canis Intermunicipais na região (Foto: Arquivo)

A AMAL, Comunidade Intermunicipal do Algarve anunciou hoje que vai avançar com um estudo económico-financeiro para avaliar a viabilidade da construção de dois Canis Intermunicipais, destinados a servir a totalidade dos municípios da região algarvia.

Segundo a AMAL, estes dois projetos tem como principal objetivo “solucionar uma das grandes problemáticas que afeta a região – o elevado número de animais abandonados nas ruas e a forma de acolher e criar condições de adoção”.

Os dois Canis Intermunicipais ficarão sediados no barlavento e no sotavento, pelo que vai ser solicitado um “estudo de impacto económico, financeiro e social com vista a analisar a exequibilidade destes projetos de âmbito sub-regional”, sendo que, “uma das prioridades é a definição de um modelo de gestão intermunicipal adequado para uma estrutura com estas valências e a sua articulação com o movimento associativo de defesa dos animais”, lê-se na nota enviada pela AMAL à comunicação social.

No sotavento, a infraestrutura será sediada em Alcoutim, num terreno cedido pela Câmara Municipal e “relativamente isolado, de modo a não causar incómodo nas proximidades” e servirá maioritariamente os concelhos localizados entre Loulé e Alcoutim. A construção de uma segunda unidade, no lado do barlavento, aguarda ainda por uma definição definitiva da sua localização.

“Esta infra-estrutura além de resolver um problema emergente de defesa dos animais, vem trazer a Alcoutim mais emprego e uma centralidade numa questão que diz respeito a todos”, salientou Osvaldo Gonçalves, Presidente desta edilidade.

“A gestão destas unidades será partilhada pelos municípios que integram cada uma das zonas onde ficarão instalados os canis, tendo os autarcas demonstrado uma grande atitude colaborativa e empenhada, apresentando este projecto como modelar para a região” – destaca a AMAL na sua comunicação, o que “representa um enorme contributo na redução do número de animais abandonados nos concelhos algarvios, e consequentemente, na preservação da saúde pública da comunidade algarvia e dos visitantes que chegam todos os dias ao sul do país”.


Nota do Olhar Animal: Canis intermunicipais seriam uma ótima opção para cidades menores aqui também no Brasil.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.