Portugal: Bloco de Esquerda defende salvaguarda dos direitos dos animais

Portugal: Bloco de Esquerda defende salvaguarda dos direitos dos animais

A estrutura do Bloco de Esquerda de Guimarães elaborou um conjunto de propostas de alteração ao regulamento para o funcionamento do CRO de Guimarães, em discussão.

No âmbito do processo de discussão pública do Regulamento do Centro de Recolha Oficial do Concelho de Guimarães – vulgo canil e gatil municipal, o Bloco de Esquerda de Guimarães anunciou um conjunto de propostas no sentido da garantia dos direitos dos animais.

Sónia Ribeiro, a deputada municipal do BE, levantou dúvidas acerca dos procedimentos previstos no regulamento nos casos de recolha de animais após atropelamento. Para a representante bloquista, “é importante assegurar os direitos e bem estar dos animais” nestas condições em particular.

Para isso avançou com um conjunto de propostas onde se inclui um serviço de hospitalização, para que os animais sejam seguidos com o tratamento necessário. Uma das propostas é que a sala de cirurgia deva incluir serviços fundamentais, como anestesia, controlo da dor e radiografia. A proposta do Bloco de Esquerda defende ainda que deve ser incluída uma sala de recobro no CRO.

A deputado do Bloco de Esquerda defendeu ainda uma maior abertura daquele equipamento à sociedade. Para a deputada, “é necessário envolver as comunidades informais, moradores e associações locais, que atualmente já prestam cuidados aos animais de rua, no destino e nos cuidados a prestar aos animais”.

Por Paulo Dumas

Fonte: Reflexo Digital / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.