Portugal: Carrinha de cooperativa circula com raposa e coelhos mortos presos ao veículo

Portugal: Carrinha de cooperativa circula com raposa e coelhos mortos presos ao veículo
Foto: Facebook

Uma carrinha de uma cooperativa de distribuições de água, da freguesia Parada de Todeia, em Paredes, foi, esta segunda-feira, apanhada a circular com três animais mortos – uma raposa e dois coelhos – pendurados por uma corda no tejadilho e no espelho retrovisor. As imagens foram partilhadas no facebook pelo grupo IRA – Intervenção e Resgate Animal, que denunciou o caso.

A viatura pertence à Cadopato – Cooperativa de Água Domiciliária de Parada de Todeia, responsável por abastecer com água as casas da localidade. Questionado pelo Jornal de Notícias, o presidente da cooperativa, Armando Barbosa, explicou que é “caçador há mais de 40 anos” e que tem autorização para “caçar raposas e coelhos”. “É tudo inveja”, disse à mesma fonte.

O presidente da Junta de Freguesia de Parada de Todeia, Albino Silva, afirma que só teve conhecimento da situação ao final da tarde e negou qualquer tipo de ligação entre a junta e a cooperativa, apelidando a atitude de “um ato de exibicionismo”.

A GNR de Paredes afirma estar a averiguar a situação e garante que o caso pode chegar a tribunal, dependendo da avaliação por parte das autoridades. 

"Controlo da espécie" dizem eles…"Se não as caçarmos, destroem culturas e matam outros animais de pecuária"…

Julkaissut IRA – Intervenção e Resgate Animal Maanantaina 9. joulukuuta 2019

Fonte: Sol / mantida a grafia lusitana original 


Nota do Olhar Animal: A hipocrisia é grande. As pessoas ficam indignadas com a exibição dos animais mortos, resultado daquilo que elas permitem que seja feito desde que não diante dos seus olhos. As matérias sobre ocorrido registram mais repúdio ao fato do caçador exibir suas vítimas do que ao fato de matá-las.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.