Portugal: circo no 'queimódromo' do Porto não terá animais este ano

Portugal: circo no ‘queimódromo’ do Porto não terá animais este ano

A recomendação foi feita pelo Pessoas Animais Natureza (PAN) já em Dezembro do ano passado, quando no “queimódromo” do Porto o circo de Natal voltava a mostrar-se como um espectáculo com os animais como protagonistas.

Na Assembleia Municipal (AM), o partido reconhecia o “potencial humano no circo”, deixando clara a sua importância, mas pedia uma mudança de paradigma, proibindo a utilização de animais no circo, explicou ao P3 Bebiana Cunha, deputada municipal pelo PAN.

Na altura, a 11 de Dezembro, a proposta foi aprovada com 39 votos a favor, um contra (da CDU) e seis abstenções. Na AM desta segunda-feira, Bebiana Cunha questionou Rui Moreira sobre o assunto e o presidente da Câmara do Porto surpreendeu-a com um contrato já assinado entre a empresa municipal Porto Lazer, que gere o espaço, e o circo Cardinali.

Por Mariana Correia Pinto

Fonte: Portal P3 / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.