Portugal: orujas-do-mato devolvidas à natureza no Parque do Rio Ul

Portugal: corujas-do-mato devolvidas à natureza no Parque do Rio Ul

Iniciativa realizou-se no Dia Mundial do Animal, 4 de outubro, numa organização da Câmara de S. João da Madeira em parceria com o Parque Biológico de Gaia e o SEPNA.

Duas Corujas-do-Mato foram devolvidas ao estado selvagem no Parque Urbano do Rio Ul, em S. João da Madeira. Estas aves foram encontradas em situação de fragilidade e encaminhadas para o Centro de Recuperação do Parque Biológico de Gaia, onde entretanto recuperaram.

Ambas regressaram à natureza a 4 de outubro (Dia Mundial do Animal), tendo sido libertadas junto à Casa da Natureza, no Parque Urbano do Rio Ul. Um momento que foi acompanhado no local por muitos interessados, nomeadamente famílias com crianças, que tiveram a oportunidade de conhecer esta espécie de aves e as suas histórias.

Esteve também presente um elemento do Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente (SEPNA) da GNR, que falou da sua atividade, designadamente no que diz respeito à conservação e proteção da natureza e do meio ambiente, dos recursos hídricos, dos solos e da riqueza cinegética, piscícola, florestal ou outra, previstas na legislação ambiental.

A iniciativa, que contou com a participação do Vice-Presidente da Câmara, Paulo Cavaleiro, constituiu uma forma de sensibilizar a população para a necessidade de proteção dos animais e preservação de todas as espécies, mostrando a sua importância na vida das pessoas e celebrando a vida animal em todas as suas vertentes.

Fonte: Câmara de São João da Madeira / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.