Portugal: Protestos obrigam El Corte Inglés a cancelar venda de animais a crédito

Portugal: Protestos obrigam El Corte Inglés a cancelar venda de animais a crédito

O El Corte Inglés está debaixo de fogo depois de lançar uma campanha em que apela à compra de animais de estimação através de cartão de crédito da loja, podendo o cliente comprar o animal durante “até 12 meses sem juros”, caso a compra tenha sido superior a 200 euros. A situação foi divulgada nas redes sociais e gerou uma grande onda de críticas, que obrigou a superfície a suspender a promoção.

A associação IRA (Intervenção e Resgate Animal) divulgou o cartaz da promoção nas redes sociais, adiantando que tinham contactado a loja, que informou que a campanha se dedicava exclusivamente aos animais e não a artigos para animais. “Isto é promover o abandono dos animais e manter os que se encontram para adoção, nos canis municipais e associações. (…) Estimula a aquisição dos animais por facilitismo sem qualquer responsabilidade para com o mesmo e contraria a legislação em vigor, onde os animais deixam de ser ‘coisas’”, considera a associação.

Vários utilizadores das redes sociais usaram o Facebook para exprimir a revolta com a campanha e deixaram várias mensagens na página do El Corte Inglés, considerando a promoção “vergonhosa”. Na mesma página, a empresa esclareceu que a campanha foi já cancelada. “No El Corte Inglés valorizamos muito a opinião dos nossos clientes e da comunidade onde estamos inseridos. Neste sentido, decidimos cancelar a nossa campanha de animais de estimação, depois de recebermos vários apelos. Aproveitamos para acrescentar que nos esforçamos por contribuir para o bem-estar dos animais, colaborando ativamente com várias instituições.”, conclui o El Corte Inglés.

Por Pedro Zagacho Gonçalves

Fonte: Correio da Manhã / mantida a grafia lusitana original