Portugal: PSP desmente caso de maus tratos a animal denunciado pelo IRA nas redes sociais

Portugal: PSP desmente caso de maus-tratos a animal denunciado pelo IRA nas redes sociais

O Comando Distrital de Polícia de Santarém emitiu esta segunda-feira, 26 de novembro, um comunicado onde esclarece e desmente um alegado caso de maus tratos a animal denunciado em vídeo por um popular e que ganhou visibilidade através da página de Facebook da conhecida associação IRA – Intervenção e Resgate Animal.

O vídeo, que na manhã desta terça-feira já tinha mais de 77 mil visualizações, cerca de 750 comentários e mais de 2 mil partilhas, foi filmado em Tomar e apresenta o que é descrito como “Crime de maus-tratos a animal de companhia em Tomar”, sendo referidas agressões e privação das necessidades fisiológicas do mesmo.

Após receber a queixa, a PSP identificou o local e os tutores do referido animal, contactou a autoridade de saúde municipal de Tomar, que, segundo um comunicado da polícia, “confirmou que o canídeo não apresenta quaisquer tipo de maus tratos, está vacinado de acordo com as normas em vigor, está devidamente nutrido e sem sinais de ferimentos e o local onde se encontra está higienizado, tendo acesso a comida e a água potável”.

O mesmo comunicado da polícia conclui que “as informações que levaram a muitas preocupações, segundo a autoridade municipal de saúde animal, não têm razão de ser e estão debeladas, não existindo quaisquer motivos de preocupação”.

Fonte: Rede Regional / mantida a grafia lusitana original


Nota do Olhar Animal: E a corrente curta facilmente visível no vídeo? E o pavor do animal ao ver a haste? E os golpes contra o animal? Quem declarou não haver maus-tratos deveria no mínimo ser afastado de suas funções. E responsabilizado pela continuidade da situação de maus-tratos.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.