Portugal: Santo Tirso cria cheque veterinário anual de 7.500 euros para animais em risco

Portugal: Santo Tirso cria cheque veterinário anual de 7.500 euros para animais em risco
Ordem dos médicos Veterinários assinou protocolo para início de 2019

São boas as notícias para os animais em risco do concelho que após a assinatura do protocolo entre a Ordem dos Médicos Veterinários e o Município vai ser atribuído um cheque veterinário ao concelho no valor de 7.500 euros.

O valor deste cheque servirá para vacinação, desparasitação e esterilização de animais em risco. Estes são apenas alguns dos tratamentos que serão abrangidos por esta nova medida.

Joaquim Couto explica que “depois da criação do canil/gatil municipal este é mais um grande passo que damos no sentido de promover o bem-estar animal, passamos agora, entre outros aspetos importantes, a ter condições para dar resposta a situações de urgência ”. O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso informa que este investimento anual de 7500 euros será traduzido “na atribuição de cheques para tratamento conforme as necessidades que vão sendo identificadas”.

O objetivo deste cheque veterinário é a prestação de cuidados de saúde dos animais em risco, principalmente no que se refere à vacinação, desparasitação e esterilização, bem como outros tratamentos e urgências 24 horas.

O cheque veterinário, para além de abranger os animais em risco, irá também ser utilizado para tratamentos a animais de famílias isentas do pagamento de contribuições sociais e apenas poderá ser usado nos quatro Centros de Atendimento Médico-veterinário do concelho.

Fonte: Santo Tirso  / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.