Portugal: Três cães morrem com veneno em jardim público

Portugal: Três cães morrem com veneno em jardim público

Em dois dias, três cães morreram e outro ficou doente, após ter sido espalhado veneno nos jardins dos prédios da Rua Nova da Estação, na freguesia de Maximinos, em Braga.

Os moradores acreditam que o veneno foi deixado no local propositadamente, tratando-se de um crime que põe em causa a segurança pública, uma vez que também crianças frequentam o local em causa. Na sequência do ilícito, os tutores circunscreveram a zona com uma fita e espalharam cartazes com mensagens de alerta e sensibilização para os direitos dos animais.

Carlos Silva, o tutor de um casal de labradores que comprou há menos de um ano, disse ao Jornal de notícias que foi passear os cães na madrugada de domingo, que não resistiram ao veneno escondido entre pedaços de carne, tendo morrido esta segunda-feira à noite.

Alexandre Cunha, também residente na zona, perdeu a sua cadela Podengo um dia depois, terça-feira, explicando ao JN que “vomitou, de uma forma anormal, pedaços de carne iguais ao material que encontrámos na relva”.

Após a queixa apresentada na PSP, que já foi ao local investigar, foi feita uma limpeza ao jardim afim de evitar mais ilícitos, pelos funcionários da Agere.

Fonte: Porto Canal

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.