Potrinho resgatado com fraturas em Taubaté (SP), deixa o Hospital da USP após 11 meses internado

Potrinho resgatado com fraturas em Taubaté (SP), deixa o Hospital da USP após 11 meses internado

Francisco era um potrinho que com 5 meses de idade foi atropelado e deixado pra morrer na rua. Teve a perna quebrada, a cernelha aberta, no local do acidente teve ocorrência policial, todos foram embora, o tutor levou sua mãe embora e ele ficou caído no chão. Passou a noite no local, no domingo de manhã o Santuário Filhos de Shanti soube e foi resgatá-lo. Ele estava sendo comido vivo por urubus. Recebeu os primeiros atendimentos na clínica da Médica veterinária Heloisa Marinho, após isso foi encaminhado para o HOVET USP.

Francisco entrou no hospital com o prognóstico de eutanásia devido as múltiplas fraturas, mas o santuário que tem como visão abolicionista resolveu tentar e investir no seu tratamento. Ele fez várias cirurgias, tratamento com células tronco, Shock Wave além de fisioterapias, reiki…

Francisco ficou 11 meses no hospital e teve alta no dia 05 de outubro e foi para o Santuário.

O tratamento continuará, ele ainda tem muito que vencer mas já mostrou que vai continuar lutando pela vida.

Ele veio sinalizar que os animais tem direito à vida e que é preciso tirar os cavalos das carroças e charretes e as pessoas de cima dos cavalos.

Cavalo não é veículo.

O tratamento total ficou em quase 30 mil reais.

O Santuário pede ajuda para dar prosseguimento nesse processo de cura plena do Francisco e de outros cavalos resgatados. Ele, agora, pode começar a desfrutar de uma vida sem exploração, só de amor.

Pra colaborar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-cavalos-resgatados

Páginas: https://www.facebook.com/santuariofilhosdeshanti/ e https://www.facebook.com/sosfrancisco/

Por Rosangela Coelho, do Santuário Filhos de Shanti

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.