Potro é achado com feridas graves por crescer com cabresto

Potro é achado com feridas graves por crescer com cabresto

O tutor de Star, o fazendeiro Pascale Musk, tinha outros cavalos e foi proibido de possuir qualquer animal por três anos.

UK potrostarreprodailymail

A história de Star tem o final feliz, mas nem sempre foi assim: o potro foi encontrado aos dois meses de idade com ferimentos gravíssimos, nunca vistos pelos veterinários que o atenderam, em Bristol, Inglaterra. As feridas foram causadas pois o tutor do animal o deixou com o mesmo cabresto desde o seu nascimento. Por ficar muito apertado, o instrumento entrou na pele do animal em diversos pontos da cabeça. As informações são do Daily Mail.

O tutor de Star, o fazendeiro Pascale Musk, tinha outros cavalos e foi proibido de possuir qualquer animal por três anos, após ser considerado culpado de violar a Lei de Bem-Estar Animal de 2006 em pela corte de St Albans Magistrates em agosto deste ano.

Depois de passar por uma cirurgia para retirar o cabresto e ficar sob cuidados veterinários durante meses, Star conseguiu um novo lar, sendo adotado. Agora, ele mora com outros cavalos na propriedade de Charlotte Shepherd, 22 anos, que ficou bastante comovida por sua história, a qual acompanhou pelas redes sociais desde o início do caso.

“Eu simplesmente não podia acreditar que alguém poderia fazer isso a qualquer animal, muito menos a um pequeno potro. Pensei comigo mesma, ‘eu posso realmente dar este pônei uma casa, tenho os meios, o espaço e a terra'”, contou.

“É tão lindo, porque quando vou para o campo para pegá-lo, ele vem. E eu acho increível que ele ainda confie em seres humanos, mesmo tendo passado por tudo o que passou. Star não merecia passar por toda aquela dor. Isso me deixa louca, alguém fez isso a ele quando era tão vulnerável”, finalizou.

UK potrostarreprodailymail02

Fonte: Terra

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.