Prefeito dialoga com ONGs de proteção e defesa dos animais em Cuiabá, MT

O prefeito Emanuel Pinheiro discutiu a criação de medidas públicas voltadas para a proteção, defesa e controle de animais em encontro com representantes de organizações não governamentais. A reunião aconteceu nesta quarta-feira (11) no gabinete do prefeito, com a finalidade de receber as solicitações e sugestões sobre quais formas possíveis de intervir para melhorar o desempenho da gestão pública nesta área.

“A gestão municipal está atenta a todo tipo de circunstância que norteia nossa Capital e sabemos que esta é uma causa nobre que merece a atenção do município, uma vez também que o controle de animais implica em futuros impactos ambientais.”, revelou Pinheiro.

Dentre as sugestões expostas pela Associação Voz Animal – AVA e a Organização para Proteção ao Meio Ambiente e Animais – OPAA, estão as adequações na perspectiva de atuação do Centro de Controle de Zoonoses. Segundo as defensoras da causa, existe a necessidade de melhorar as condições do tratamento dos animais recolhidos ao local.

“Cremos que é preciso criar um projeto que foque no controle de natalidade animal, para que a Prefeitura e as ONGs possam administrar melhor o cuidado que esses bichos merecem quando chegam até nós. Colocamo-nos à disposição para pensarmos em soluções de forma conjunta, pois é essencial lidar com o problema de abandono e suas consequências. Além disso, sugerimos também a criação da Coordenadoria de Saúde e Bem Estar Animal, que poderá tratar com mais especificidade a questão”, afirmou Maria das Dores Gonçalves, presidente da AVA.

As medidas trazidas à Prefeitura serão avaliadas com atenção, a fim de preservar o bem estar dos animais, disse o prefeito. “Pedi para as ONGs que façam um levantamento de todos os aspectos ligados à área de atuação delas e que oficializem as proposições para que a Prefeitura possa deliberar sobre o assunto”, concluiu.

Fonte: Folhamax


Nota do Olhar Animal: Pressionar o Poder Público por políticas para os animais é parte importante do ativismo e entendemos que deveria ser prática de todas as ONGs e grupos. Mesmo os que atuam assistencialmente precisam agir junto aos governos para obter uma condição melhor para os animais.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.