Prefeito veta projeto que proíbe extermínio de animais em Goiânia, mas Câmara derruba

Prefeito veta projeto que proíbe extermínio de animais em Goiânia, mas Câmara derruba

Veto do prefeito Iris Rezende (MDB) sobre projeto que proíbe o sacrifício de cães e gatos é derrubado na Câmara Municipal de Goiânia. Os vereadores derrubaram o posicionamento do gestor por 19 votos a cinco, nesta quarta-feira (23).

O projeto de Lei nº 321/2018 do vereador Zander (Patriota) prevê o impedimento para que os animais sejam sacrificados por órgãos públicos e privados na capital, que são responsáveis pelo controle de zoonoses, canis, etc. A exceção é para aqueles cães ou gatos que tenham doenças graves ou infectocontagiosas e que apresentem risco às pessoas e outros bichos. Nessas situações, a eutanásia é permitida.

Segundo Zander, a proposta surgiu da necessidade de “suprir uma das lacunas existentes na legislação brasileira acerca da defesa dos animais”. Para ele, é importante proteger os bichinhos sadios de exterminações cruéis em centros de zoonose não só em Goiânia, mas em todo o País.

O vereador defende que, caso os animais estejam em plenas condições de saúde, eles podem participar de feiras e outros programas de adoção.

Fonte: Mais Goiás (com informações da Câmara Municipal)

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.