Juninho, o gato de Márcia Martins Demona, foi castrado durante mutirão, no sábado (20), no Ivoturucaia Foto: Gato no colo de criança, após sair

Prefeitura castra 200 animais no Ivoturucaia, em Jundiaí, SP

Os moradores da região Ivoturucaia com registro de solicitação para castração dos animais de estimação – pelo serviço 156 da Prefeitura de Jundiaí – receberam, na manhã deste sábado (20), o mutirão do Departamento de Bem-Estar Animal (DEBEA), órgão da Unidade de Gestão de Planejamento Urbano e Meio Ambiente (UGPUMA), para a cirurgia gratuita dos animais. A ação foi realizada na Escola Estadual Monsenhor Venerando Nalini e atendeu a mais de 200 animais, entre cães e gatos. Este é o segundo grande mutirão do ano, realizado regionalmente. A meta da gestão para 2019, é oferecer 3 mil castrações. O número representa aumento de 25% em relação ao realizado em 2018, e de 100% se comparado ao que foi feito em 2016.

Julia Cristina Pereira levou o gato de estimação para ser castrado. “É um gatinho que apareceu em casa, há pouco mais de um mês. Logo que o adotamos fizemos a solicitação para que fosse castrado. Ainda bem que o mutirão já estava previsto aqui no bairro e o atendimento foi bem rápido”, comemora a adolescente que tem outros dois gatos em casa e um cachorro, todos castrados.

Daniela Durigon Tonolli levou a cadela Maitê, uma dálmata de 8 anos, para castração. “Registramos a solicitação há 7 meses. Os veterinários indicaram a cirurgia, pois é melhor para a saúde dos animais. Como moramos em chácara, durante o período de cio ela foge. E isso é um risco, tanto de crias quanto de atropelamentos ou brigas”, explica.

Márcia Martins Domena mobilizou a família para a castração. “Além do meu gato, o Juninho, tem a mãe dele, a Mimi. que é da minha tia e o cachorro, que é do meu tio. O mutirão da prefeitura é uma oportunidade gratuita para que os nos animais possam ser castrados. O atendimento foi muito rápido. Estão de parabéns pela organização. Tínhamos feito as solicitações de uma única vez. Foi muito bom”, explica a moradora no bairro.

De acordo com a diretora do DEBEA, Daniela Araújo Passos, a adesão da população é destaque. “Apesar de os mutirões serem realizados para animais registrados no sistema, muita pessoas chegaram aqui perguntando como seria o atendimento. É uma comunidade muito ativa e com boa participação, inclusive entre os gatos, que são mais ariscos e mesmo assim, apenas 14 não foram trazidos para o procedimento”, explica.

Os interessados em solicitar o serviço, devem entrar em contato pelo 156 ou registrar a solicitação pelo APP Jundiaí. O Debea ainda oferece atendimentos em consultas veterinárias e exames para animais de pessoas de baixa renda, além das ações educativas em escolas sobre a guarda responsável dos animais. Em 2018, o Debea realizou 2.434 castrações. Neste ano, a meta é chegar a 3 mil castrações ao longo do ano.

Fonte: Jornal de Jundiaí

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.