Prefeitura de Carapicuíba (SP) esclarece polêmica sobre sacrifício de animais

Prefeitura de Carapicuíba (SP) esclarece polêmica sobre sacrifício de animais
Foto: Eduardo Metroviche

Apesar do texto do novo Código de Posturas Municipais, enviado pela prefeitura à Câmara Municipal prever o sacrifício de animais  levados para abrigos do município e não resgatados pelos donos em três dias, a administração municipal negou, em nota, a intenção de adotar a prática. A administração diz cumprir lei estadual que proíbe a eutanásia de animais.

Leia a íntegra da nota: 
“NOTA DA PREFEITURA DE CARAPICUÍBA SOBRE EUTANÁSIA DE ANIMAIS

A eutanásia de animais está proibida em todo o Estado de São Paulo, desde 2008 conforme a Lei Estadual de autoria do Deputado Feliciano Filho nº 12916 de 16 de Agosto de 2008, reafirmando este compromisso o prefeito Sergio Ribeiro aprovou a Lei Municipal 3089 de 25/08/2011, regulamentada pelo Decreto Municipal nº 4101 de 15/12/2011, que proíbe a eutanásia de animais.

Reiterando a prática da política pública de controle reprodutivo de animais, a Prefeitura realiza em 15/12, quinta-feira próxima, na EMEF Edegar Simões (Rua Mirassol, 55 – Ariston), o mutirão de castração de cães e gatos. Os procedimentos serão realizados em animais previamente cadastrados”.

Fonte: Visão Oeste 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.