Prefeitura de Catalão (GO) investiga surgimento de peixes mortos em represas da cidade

Prefeitura de Catalão (GO) investiga surgimento de peixes mortos em represas da cidade
Amostra dos peixes que foram mortos (Foto: Polícia Civil)

A prefeitura de Catalão apura o surgimento de cardumes de peixes sem vida em um complexo de represas da cidade. As mortes começaram a acontecer há cerca de uma semana e a quantidade de animais mortos ainda não levantada. Moradores e agentes da Secretaria Municipal do Meio Ambiente fotografam os peixes a boiar às margens dos rios.

Segundo a secretaria, as mortes podem ter sido causadas por circunstâncias naturais. As chuvas, por exemplo, mexem com materiais em decomposição no fundo dos lagos e sequestram mais oxigênio, o que dificulta a respiração dos peixes.

No entanto, há a possibilidade de causas criminais por meio do despejo de substâncias na água, além da ação de moradores que lavam as calçadas com produtos que vão parar nos reservatórios e contaminam os rios.

Uma amostra da água já foi coletado e levada para análise. Os resultados ficam prontos em até 30 dias, segundo a secretaria.

Caso constatado a ação criminosa, o responsável poderá responder por crime ambiental.

Por Jeice Oliveira (sob supervisão de Alexandre Bittencourt)

Fonte: Mais Goiás

Os peixes: uma sensibilidade fora do alcance do pescador