Prefeitura de Pederneiras (SP) estuda construir novo canil

Prefeitura de Pederneiras (SP) estuda construir novo canil

A Prefeitura de Pederneiras (26 quilômetros de Bauru) iniciou estudos visando à construção de um novo canil em uma área pública localizada no Distrito de Vanglória. Laudo da Vigilância Sanitária Municipal atestou que o espaço atual não oferece as mínimas condições para abrigar de forma adequada os cães e gatos abandonados no município.

De acordo com a administração, em 2014, funcionários do Canil Municipal protocolaram documento na prefeitura denunciando a situação precária dos animais que vivem no local, além da falta de estrutura básica de trabalho para os profissionais que lá atuam.

“Nem podemos chamar esse local de canil. Na verdade, é um depósito de animais que vivem em condições precárias, um absurdo”, diz o prefeito Vicente Minguili (PMDB). Atualmente, o canil abriga 75 cachorros e 90 gatos, que ocupam pequenas baias improvisadas.

Fechamento

Diante do cenário encontrado, o prefeito solicitou à Vigilância Sanitária Municipal (Visa) a realização de vistoria no local para a averiguação de possível risco à saúde humana. Laudo do órgão apontou que “as dependências estão em condições precárias de conservação”.

Além de “paredes úmidas e com mofo”, o órgão constatou “falta de circulação do ar e forte odor em todas as salas”, “presença de cães e gatos soltos e em gaiolas, na recepção” e “gatil e canil com instalações precárias e excesso de animais para sua capacidade”.

No documento, a Vigilância Sanitária diz que o canil deve ser fechado e receber adequações dentro das normas técnicas para que possa desempenhar suas atividades sem riscos à saúde.

Segundo a prefeitura, embora funcione há mais de oito anos, o local não possui alvará do Corpo de Bombeiros e nem autorização de funcionamento do Conselho Regional de Medicina Veterinária.

Solução

Pensando no bem-estar dos animais e dos funcionários do local, a administração já iniciou os estudos para a construção de um novo canil, seguindo todas as especificações e normas técnicas necessárias, além da legislação municipal vigente.

O primeiro passo foi a escolha da área para a nova construção, um terreno no Distrito de Vanglória. “É uma área que já pertence à prefeitura, é ampla e possui todas as características necessárias para esta construção”, explica o vice-prefeito Márcio Urrea, que também responde pela diretoria de Meio Ambiente, responsável pelo canil.

Fonte: JC Net


Nota do Olhar Animal: Construção de canil só resolve a questão do animais abandonados se acompanhada de ações de educação, esterilização, promoção de adoção e combate ao comércio.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.