Prefeitura de São José dos Campos (SP) retoma programa de castrações gratuitas

Prefeitura de São José dos Campos (SP) retoma programa de castrações gratuitas

A Prefeitura de São José dos Campos anunciou que irá retomar o programa de castrações gratuitas a partir do dia 23 de junho. Diante da pandemia de coronavírus, os atendimentos devem voltar com limitação no número de cirurgias de animais para evitar aglomerações.

Segundo o município, as castrações de cães e gatos vão ocorrer às terças, quartas e quintas-feiras, das 8h às 15h. A meta é realizar cerca de 70 cirurgias por dia e 800 até o final de julho, quando este novo formato será reavaliado pela Secretaria de Saúde.

Somente será permitida a entrada no CCZ de um tutor por animal, e que tenha idade mínima de 21 anos e máxima de 60. Será obrigatório o uso de máscara de proteção, distância de dois metros de cada munícipe e higienização das mãos a cada etapa do processo (documentos, pesagem, entre outros).

Os tutores serão convocados por e-mail e SMS e receberão todas as informações referentes aos cuidados por conta da pandemia. Serão chamados para essas primeiras castrações os animais que já estavam inscritos no programa (6ª fase e remanescentes de etapas anteriores).

Ao receberem a convocação, os tutores deverão comparecer ao CCZ para agendamento, sendo permitida a entrada de apenas quatro inscritos, sem acompanhantes, para as assinaturas dos documentos exigidos para realização das cirurgias.

Todos os tutores deverão confirmar seu comparecimento e se programar, a fim de evitar faltas ou atrasos que possam prejudicar o andamento dos trabalhos, além de obedecer rigorosamente os horários agendados para não ocorrer aglomerações no local. Em caso de faltas no dia da cirurgia, a inscrição será automaticamente cancelada, podendo haver nova inscrição somente após 120 dias.

CUIDADOS.

Os funcionários do CCZ estarão, obrigatoriamente, com máscaras e equipamentos de proteção, seguindo todos os protocolos de segurança recomendados. Os locais de acessos serão sinalizados e as laterais das mesas demarcadas com fitas para preservar o distanciamento recomendado.

Fonte: O Vale

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.