Prefeitura suspende recolhimento de cavalos após sequestros em Ponta Grossa, PR

Prefeitura suspende recolhimento de cavalos após sequestros em Ponta Grossa, PR
Foto: Reprodução Internet

O Centro de Referência de Animais em Risco de Ponta Grossa (CRAR), na região dos Campos Gerais do Paraná, parou de recolher cavalos das ruas depois de uma sequência de sequestros. O espaço abriga animais abandonados que foram recolhidos na cidade.

Nos últimos cinco meses, O CRAR registrou três sequestros: ao todo, 11 animais foram levados. Na última ação, no dia 10 de novembro, oito cavalos foram sequestrados de uma vez. Além disso, grades do CRAS foram danificadas.

Desde o último crime, a coordenação decidiu suspender os trabalhos realizados com animais de grande porte. A decisão segue por tempo indeterminado, até que seja reforçada a segurança do local. Por enquanto, informa o CRAR, apenas animais muito machucados ou maltratados são recolhidos.

O CRAR teve investimento de R$ 630 mil e foi aberto em junho, com capacidade para atender a 250 animais. Além de cavalos, cachorros são tratados. O lugar é uma reivindicação antiga de organizações não-governamentais (ONGs) de proteção aos animais e também dos moradores.

Serviço

O Centro de Referência de Animais em Risco de Ponta Grossa fica no mesmo terreno do antigo Canil Municipal, atrás da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Interessados em adoção podem entrar em contato pelo telefones (42) 3901-1494 (CRAR) ou (42) 3901-1485 (Zoonoses).

No último furto, grades do CRAR foram danificadas (Foto: Divulgação/Prefeitura de Ponta Grossa)
No último sequestro, grades do CRAR foram danificadas (Foto: Divulgação/Prefeitura de Ponta Grossa)

Com informações da RPC Ponta Grossa

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.