Preguiça é resgatada após enfrentar queimada e maus-tratos na BR-232, em PE

Preguiça é resgatada após enfrentar queimada e maus-tratos na BR-232, em PE
Bichinho foi encontrado no que sobrou de uma árvore após o fogo destruir a mata. (Foto: CPRH/Divulgação)

Um filhote de preguiça foi resgatado após ter enfrentado uma queimada e ter sofrido maus-tratos nesta sexta-feira. Um casal que viajava pela BR-232 encontrou o animal às margens da rodovia em Bonança, distrito de Moreno, na Região Metropolitana de Recife, sendo importunado por transeuntes. A preguicinha foi salva por um militar e sua esposa e entregue ao Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara).

A preguiça estava em uma área que sofreu queimada, mais especificamente em cima do que restou de uma árvore após o fogo destruir a mata. Depois de salvar o bicho, o casal foi orientado a levá-lo ao Cetas, da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), que fica no bairro de Guabiraba. Assustado, o filhote, que não chegou a sofrer queimaduras, será agora submetido a exames clínicos e ficará no Centro de Triagem até ser preparado para a soltura em seu habitat natural.

Resgates

A CPRH assumiu, em 2014, a atribuição de salvaguarda de animais silvestres em períodos de recuperação após assinatura de um acordo de cooperação técnica com o Ibama. Foi então que surgiu o Cetas, que pode ser procurado para entregas voluntárias de animais silvestres. Foi para lá que, no início desta semana, também foi levado um jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris), de 1,88 metro de cumprimento e 41 quilos, resgatado pela CPRH no quintal de um bar na Cidade Universitária. O jacaré, por sinal, foi solto nesta sexta, após exames clínicos.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.