Presidente da UIPA/CE denuncia represália por fim da vaquejada

Dizendo-se surpreendida com a matéria sobre maus-tratos com os jumentos apreendidos, a representante da Uipa, Geusa Leitão, manda correspondência para esclarecer a denúncia feita pelo deputado Daniel Oliveira, no plenário da Assembleia, na última quarta-feira.

Diz ela, “tal matéria parte de pessoas adeptas das vaquejadas, inconformadas com a decisão do Supremo Tribunal Federal que julgou procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade – ADI, julgando a Lei cearense de nº 10.180/2014v inconstitucional, fato que desagradou políticos, empresários, ruralistas etc.

Sendo a Uipa uma Organização Não Governamental – ONG, que há mais de vinte anos que luta na defesa de animais de todas as espécies e que conseguiu a vitória da ADI, uma decisão que tem efeito erga omnes (contra todos), mais efeito vinculante, vaquejadas em todo o país estão sendo canceladas.

Por vingança, estão divulgando na Imprensa e nas redes sociais, um vídeo que fizeram querendo macular minha imagem, com fotos tiradas nas rodovias, tendo em vista que na fazenda, após a morte de um animal, o seu corpo é logo enterrado.

Os jumentos que são apreendidos pelo Detran/CE, são levados para a fazenda, São milhares de animais, muitos morrem ao chegar na referida fazenda, já ocorrendo de morrer dentro do transporte, pois muitos são apreendidos em estado terminal, muitos agonizando”.

E prossegue “Havia mesmo de se esperar uma atitude dessas pessoas adeptos de vaquejadas, organizadores, políticos, peões e ruralistas. Os jumentos da fazenda de Santa Quitéria, recebem um complemento alimentar da ONG francesa One Voice (milho), possui açudes, foram cavados dois poços, existem funcionários do Estado cuidando dos animais, veterinários e na medida do possível, retira-se os jumentos das rodovias evitando acidentes nas estradas, ao mesmo tempo em que se cuida dos animais que ficam sofrendo nas estradas”.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.