RS bage 156993792b60b61452881810 H

Presidente do Núcleo de Proteção Animal em Bagé (RS) contesta informações da prefeitura

RS bage 156993792b60b61452881810

Nesta semana, houve uma polêmica entre o Núcleo Bageense de Proteção aos Animais (NBPA) e a prefeitura, referente ao atraso do repasse mensal de R$ 41,5 mil. O valor, que deveria ter sido pago no dia 8 de janeiro, entrou na conta do núcleo no dia 13. Na edição de ontem, do jornal FOLHA do SUL, a coordenadoria de comunicação da prefeitura emitiu um texto, que relata o total do montante até então repassado, durante o convênio, na quantia de R$ 4 311 623 20. A presidente do NBPA, Patrícia Coradini, enviou um comunicado ao jornal, que contesta o modo como os argumentos foram feitos no manifesto.

Segundo Patrícia, a nota da prefeitura foi colocada de modo “tendencioso”, pois “esqueceu” de destacar que o valor é o total somado desde o início do convênio, em 2007. “Não se referiram também que se esse trabalho acabar, todo esse montante terá ido pelo ‘ralo’. E o gestor público poderá responder pela má gestão de dinheiro público”, salienta.

A presidente do NBPA afirma também que, a prefeitura deixou de lado informações importantes: como os mais de 35 mil atendimentos clínicos veterinários a animais de rua, além da prestação de serviços a  cidadãos com baixa renda, que não tinham condições de pagar pelo tratamento dos animais domésticos. Ela informa, ainda, que mais de 33 mil castrações já foram feitas. “O interessante é que, quem defende o atraso no repasse do convênio, já está com a sua remuneração depositada em sua conta até o dia 30 de cada mês. Por que nossos funcionários precisam trabalhar sem receber ou na incerteza disso? Lamento que, na tentativa de denegrir nossa imagem, lancem informações incompletas”, finaliza. 

Fonte: Folha do Sul

MAIS NOTÍCIAS

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.