Preso por um crime de maus-tratos a animal graças a um teste de DNA

Preso por um crime de maus-tratos a animal graças a um teste de DNA
Foto: Guardia Civil

A Guarda Civil procedeu à detenção de um jovem de 20 anos, como suposto autor de um crime de maus-tratos a animais.

No dia 17 de abril deste ano, agentes do Serviço de Proteção da Natureza (SEPRONA) souberam, através de uma associação de proteção animal de  Palma , da descoberta de uma cachorrinha dentro de um container na cidade de  Son Ferriol (Palma de Maiorca, Espanha), que havia sido maltratado e introduzido dentro de um saco de pano e jogado no interior desse container, o qual foi transferido para uma clínica com traumatismo cranioencefálico e com prognóstico considerado  grave.

Em seguida, agentes do Seprona, iniciaram uma investigação para localizar o autor dos maus-tratos ao animal. Enquanto isso, teve-se conhecimento de que uma pessoa tinha adquirido, no mês de fevereiro, através de um portal de venda na internet, um filhote macho com semelhanças morfológicas e da idade da cachorrinha que apareceu no container de Son Ferriol.

Depois de localizar o comprador e, em seguida, o vendedor do filhote de cachorro, agentes do Seprona e um veterinário da Natura Parc Foundation colheram amostras de saliva dos dois cachorrinhos para, por meio de testes de DNA realizados pelo Serviço de Criminalística da Guarda Civil, poderem confirmar a relação da fraternidade.

Os testes de DNA acima mencionados deram um resultado positivo provando ser da mesma ninhada, e então o autor foi preso.

Tradução de Thaís Perin Gasparindo

Fonte: Diario de Calvia