Primeira sorveteria vegana de Santa Catarina é atração na cidade de Mafra

Primeira sorveteria vegana de Santa Catarina é atração na cidade de Mafra
Sorvetes sem adição de produtos animais, sem emulsificante e feitos de forma artesanal são uma atração para os veganos e atraem também os intolerantes à lactose (Fotos: Divulgação)

Uma novidade saborosa e gelada, neste período de calor, deve agradar em cheio a uma gama de consumidores que tem opções diferenciadas. Há cerca de um ano, uma sorveteria tradicional e com três décadas de história foi transformada em vegana. E quem quiser experimentar sorvetes de frutas clássicos, como o de morango, e também sabores cremosos, como chocolate, paçoca e flocos, sem adição de produtos animais e de fabricação totalmente artesanal, vai encontrá-los na cidade catarinense de Mafra, no norte do estado, na Ilha da Fantasia Sorvetes.

Os proprietários, o casal Alexssandra e Diogo Von Linsingen já era ovolactovegetariano e ambos decidiram pelo veganismo após assistirem a uma palestra do ativista vegano Oberom. Quando Alexssandra herdou a sorveteria dos avôs, não deu outra: a sorveteria deixou de servir produtos com leite de vaca ou qualquer outro ingrediente de origem animal.

A partir daí, a Ilha da Fantasia passou a oferecer sorvetes clássicos de frutas, e também sabores cremosos, preparados de forma artesanal. Os de fruta são à base do suco da própria fruta e os cremosos levam leite de coco, de banana ou de soja, dependendo do sabor, e sem a adição de emulsificante. Ah! Todas as casquinhas são veganas também.

Neste sorvete, até a casquinha é vegana
Neste sorvete, até a casquinha é vegana
Os sorvetes de fruta são à base do suco da própria fruta e os cremosos levam leite de coco, de banana ou de soja
Os sorvetes de fruta são à base do suco da própria fruta e os cremosos levam leite de coco, de banana ou de soja

Segundo Alexssandra, sócia da sorveteria, os clientes não estranharam a mudança e não poupam elogios. Além da questão filosófica, que moveu os proprietários a promoverem a mudança, a sorveteria ficou totalmente livre de lactose, o que acaba atraindo muitas pessoas que sofrem de intolerância ou alergia ao leite de origem animal. Alguns clientes mais curiosos aproveitam ainda para aprender sobre o veganismo enquanto saboreiam os sorvetes.

A sorveteria vegana Ilha da Fantasia Sorvetes fica na Rua Felipe Schmidt, 1027, no Centro II Alto de Mafra. Ela funciona de outubro a abril, todos os dias, incluindo domingos e feriados, das 13h30 às 22 horas. Fecha de maio a setembro, no período de inverno, período onde só funciona para encomendas.

E assim, a Ilha da Fantasia tornou-se mais um atrativo para a cidade de Mafra, que tem pouco mais de 55 mil habitantes e fica a 300 km de Florianópolis, e a apenas 116 km de Curitiba.

A Ilha da Fantasia Sorvetes, em Mafra, fica aberta de outubro a abril, diariamente
A Ilha da Fantasia Sorvetes, em Mafra, fica aberta de outubro a abril, diariamente

Por Sergio de Almeida

Fonte: Panorama 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.