Principal ativista de Rhode Island critica a NFL por homenagear jogador envolvido com rinhas

Principal ativista de Rhode Island critica a NFL por homenagear jogador envolvido com rinhas

O principal ativista dos direitos dos animais de Rhode Island (EUA), Dennis Tabella, está criticando a Liga Nacional de Futebol Americano (NFL) por homenagear o ex-zagueiro da liga Michael Vick como um dos seus “Pro Bowl Legends Captains” em 2020.

Em 26 de novembro, a NFL anunciou que os membros do Hall da Fama do Pro Football Terrell Davis, Darrell Green e Bruce Smith, e Michael Vick, “Lenda da NFL”, serão os Pro Bowl Legends Captains em 2020.

Em 2007, Vick se declarou culpado por seu envolvimento em um ringue de rinha de cães e passou 21 meses na prisão federal.

“A NFL tem uma responsabilidade para com os jovens deste país, dando um exemplo de bom espírito esportivo, tanto em campo quanto fora dele. Ao homenagear ex-jogadores de futebol que têm um histórico de atos de crueldade inomináveis, a NFL transmite a mensagem errada para fãs e jovens”, disse Tabella, que defende o bem-estar animal como chefe da organização Defenders of Animals, em Rhode Island.

“Muitos jogadores de futebol que se envolveram com violência doméstica não são considerados para essa homenagem, assim como não deveria ser um ex-jogador responsável por matar cães e cometer atos de crueldade com animais”, disse Tabella.

“Só porque você passou algum tempo na prisão por atos doentios não significa que você deva ser perdoado. Quem mata uma criança ou animal não deve ser considerado para nenhuma homenagem”, acrescentou Tabella, chamando os tipos de atos de “imperdoáveis”.

“Quanto menor a vítima, maior o crime”, disse Tabella.

Petição com mais de 50 mil assinaturas

No dia 1º deste mês, Tabella disse que assinou a petição: “Não permita que Michael Vick seja homenageado no NFL Pro Bowl de 2020”.

A petição, iniciada por Joanna Lind na plataforma change.org, havia recebido mais de 52.000 assinaturas naquele dia às 17h.

A petição declara:

Acabo de ver isso no Facebook e fiquei absolutamente enojada. Quando a NFL vai assumir qualquer responsabilidade pelo comportamento de seus atuais e antigos jogadores? Homenagear um homem que não tem consideração por animais é inaceitável e eu gostaria da sua ajuda para garantir que ele NÃO seja homenageado no NFL Pro Bowl de 2020.

Michael Vick será um dos quatro “capitães lendários” no Pro Bowl de 2020. Alguém mais acha exaustivo que a NFL ignore constantemente o comportamento criminoso de seus jogadores?!

Abaixo está um trecho de “Os cães perdidos: Cães de Michael Vick e seu conto de resgate e eedenção” (“The Lost Dogs: Michael Vick’s Dogs and Their Tale of Rescue and Redemption”).

“E então houve um último corpo que se destacou do resto. Tinha sinais de hematomas nos quatro tornozelos e na lateral. Brownie havia dito que todos os cães que não morreram por enforcamento foram afogados, exceto um.

Na medida em que o cachorro estava deitado no chão, lutando por ar, Quanis Phillips agarrou as patas da frente e Michael Vick as patas traseiras. Eles balançaram o cachorro sobre a cabeça como uma corda de pular e depois o jogaram no chão. O primeiro impacto não o matou. Então [eles] bateram de novo. Os dois homens continuaram, alternando-se, batendo a criatura no chão, até que finalmente o cachorrinho vermelho estava morto”.

Por Equipe GoLocalProv News e Kate Nagle  / Tradução de Ana Carolina Figueiredo

Fonte: GoLocalProv News

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.