Procura-se quem ateou fogo a um gato vivo em Vigo, Espanha

Procura-se quem ateou fogo a um gato vivo em Vigo, Espanha
O estado que o animal ficou.

A associação pró animal Libera e a Fundação Franz Weber oferecem recompensa de mil euros por informação que esclareça a autoria do ato de violência praticado contra um felino, queimado vivo na cidade de Baiona (Espanha) que está atualmente sob cuidados da associação protetora Bai.senpulgas.

As instituições aqui citadas clamam, através de comunicado, para que os cidadãos colaborem e pratiquem uma política de “tolerância zero” contra atos de crueldade e sadismo para com seres vivos.

Lembram que casos como este, estão sujeitos à multas de até 30 mil euros nos casos em que levar à morte do animal ou que causem danos irreversíveis ou incapacitantes e, ainda, pode levar à penas de prisão de até um ano.

A associação Libera e a Fundação Franz Weber também oferecem recompensa para outro caso de violência contra animais praticado na Galícia, onde uma cachorra foi atingida por diversos disparos de arma de fogo e teve de ser sacrificada dada a gravidade das feridas causadas, sua mandíbula estava praticamente destruída.

Tradução de Adriana Shinoda

Fonte: La Region

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.