Professora palestra em SP sobre uso de animais em ensino

Professora palestra em SP sobre uso de animais em ensino

Valeska Ruiz ministrou conversa sobre métodos alternativos ao uso de animais durante evento desenvolvido da capital paulista.

A professora do Curso de Medicina Veterinária do Cescage (em Ponta Grossa, PR), Valeska Ruiz, participou nesta quinta-feira (06), do Simpósio Métodos Alternativos ao Uso de Animais no Ensino, em São Paulo (SP). A palestrante apresentou o projeto “Modelo Substitutivo Funcional”, desenvolvido desde 2006 nas Faculdades Cescage. O trabalho é desenvolvido com os acadêmicos do 3º período de Medicina Veterinária. Os convidados conheceram o modelo que deve ser o mais próximo da realidade anatomo-fisiológica do animal estudado, utilizando-se desta forma materiais alternativos como isopor, massa de modelar, materiais elétricos entre outros.

Valeska Ruiz, comentou sobre a palestra no evento. “Em todos os momentos foi enriquecedor para os participantes, pois muitos não sabem como trabalhar com métodos alternativos. Participar do evento foi gratificante e uma honra, estavam presentes representante do CFMV, a coordenadora do CONCEA, representante do MCTIC, professores de todo o Brasil”, disse.

A coordenadora do Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (Concea), Monica Levy Andersen comentou que o Brasil precisa estar mais ciente sobre métodos alternativos ao uso de animais. “A proposta do simpósio é conhecer experiências de docentes e pesquisadores brasileiros que trabalham com essas técnicas no ensino em diversas áreas e formar um núcleo de participantes em métodos alternativos, a fim de formar futuros disseminadores de sua relevância para a melhora da educação”, explica.

Origem Concea

Criado em 2008, o Concea é uma instância colegiada multidisciplinar de caráter normativo, consultivo, deliberativo e recursal. Dentre as suas competências destacam-se o credenciamento das instituições que desenvolvam atividades no setor e a formulação de normas relativas à utilização humanitária de animais com finalidade de ensino e pesquisa científica, bem como o estabelecimento de procedimentos para instalação e funcionamento de centros de criação, de biotérios e de laboratórios de experimentação animal.

Fonte: A Rede

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.