Programa de defesa animal de SP é destaque no 1º Congresso de Ciências Policiais

A Subsecretaria de Defesa dos Animais, responsável pelo programa Pet São Paulo, apresentará esta iniciativa estadual pioneira no 1º Congresso Internacional de Ciências Policiais, que ocorrerá em Brasília, entre os dias 5 e 7 de dezembro.

O evento, organizado pela Polícia Militar do Distrito Federal, tem como objetivo discutir ideias a partir de experiências nacionais e internacionais que possam ser expandidas para outros lugares, a fim de mitigar problemas de segurança pública, com participação ativa da sociedade.

“Recebemos com alegria a informação de ter o trabalho aprovado para ser apresentado no 1º Congresso Internacional de Ciências Policiais. É uma oportunidade singular de apresentar transformações relevantes para a sociedade por meio do trabalho que estamos fazendo em São Paulo. Com o programa, estamos aperfeiçoando e dando mais eficiência ao atendimento de denúncias de maus-tratos, além de reforçar as ações de prevenção”, comenta o subsecretário-adjunto de defesa dos animais, major Marco Antonio Basso.

O dia e o horário para a apresentação do programa do Governo do Estado ainda não foram divulgados pela organização do congresso, que contará com palestrantes nacionais e internacionais. Interessados ainda podem se inscrever e obter outras informações no site www.iscp.edu.br/cicp/.

Pet São Paulo

Desde 18 de junho de 2018, os paulistas contam com a Subsecretaria de Defesa dos Animais, primeiro e único órgão estadual de apoio aos municípios em ações e políticas públicas em defesa dos animais domésticos – cães e gatos.

O Pet São Paulo nasceu da preocupação com os casos de maus-tratos aos animais domésticos e da necessidade de uma cultura de prevenção contra atos de agressão, além do interesse do Governo em integrar os órgãos estaduais com os municípios, organizações sociais e a comunidade. A Subsecretaria é responsável por coordenar diversas ações, como cadastramento dos animais – Registro Geral Animal – RGA, feiras de adoção, capacitação dos agentes municipais visando a uma padronização de procedimentos, campanhas educativas a alunos do Ensino Fundamental sobre guarda responsável, além de firmar convênios para apoio à castração e à microchipagem.

Até o momento, mais de 300 municípios manifestaram interesse em aderir ao Sistema Estadual de Defesa dos Animais Domésticos (Siedad). Destes, 189 municípios já assinaram o Termo de Adesão. Cerca de 116 convênios com os municípios estão em fase de instrução, para repasse de recursos para castrações e microchipagem de cães e gatos.

Assessoria de Imprensa
Casa Militar / Subsecretaria Estadual de Defesa dos Animais
(11) 2193-8836 / 8674

Fonte: Governo de São Paulo

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.