Projeto constrói casinhas para cachorros abandonados em Cachoeirinha, RS

Projeto constrói casinhas para cachorros abandonados em Cachoeirinha, RS
Felipe criou um projeto que já construiu mais de 200 casinhas para cachorros abandonados.— Foto: Kezia Souza Meireles/arquivo pessoal

Para ajudar cães abandonados, que não têm um teto, o eletricista Felipe Hilário Meireles, de 50 anos, criou o projeto Casinhas Azuis em Cachoeirinha, município da Região Metropolitana de Porto Alegre. Por meio da iniciativa, o idealizador e outros voluntários constroem lares para os animais utilizando materiais recicláveis e doações.

Vídeo: Projeto utiliza materiais recicláveis e doações para construir casinhas de cachorro.

Mais de 200 casinhas já foram entregues desde setembro de 2018, quando o projeto começou. Na época, uma professora de uma escola estadual entrou em contato com um amigo de Felipe relatando que haviam muitos cachorros comunitários no colégio, e um deles não tinha casa.

“Meu amigo perguntou se eu conseguiria fazer uma casinha. Como eu entendo de marcenaria, fui em um ecoponto, peguei materiais recicláveis, fizemos a casinha, levamos, e ela postou a foto no Facebook. Começou ali, a gente fazia a casinha para uma protetora, para outra. Na verdade, elas gastam muito com ração, com a castração de animais, vacinas, enfim, e eu fui vendo a necessidade dessas protetoras. Tem umas que deixam de se alimentar para ajudar os animais”, conta.

Segundo o eletricista, atualmente há uma rede de 320 protetores de animais em Cachoeirinha. Em todo o estado, são 1,8 mil pessoas. Eles se unem para oferecer aos animais castrações, alimentação e remédios.

“Nós construímos as casinhas, outro grupo de protetores castram os animais, outros desverminam, dão as vacinas. Outros grupos fazem feiras de doações. Nosso foco é tirar esses animais da rua, para que tenham um lar, tenham carinho”, afirma.

“Uma casinha custa uns R$ 200, R$ 250. Como damos de graça, isso é um bom dinheiro que sobra para as protetoras”, acrescenta Felipe.

O grupo também dá as casinhas para as pessoas que adotam os cachorros abandonados, como forma de estimular a iniciativa.

“As casinhas também vieram da ideia de que a pessoa que adota um cão de rua, ganha uma casinha. E o animal já vem castrado. É um incentivo para quem adotar o cachorrinho. Além disso, é uma forma de dar um teto para esses animais, já que o custo das casinhas é um custo alto”.

O objetivo agora é fazer com que projeto, que já ocorre em vários municípios do Rio Grande do Sul, se estenda para outros estados também.

“Temos o desejo de criar esse projeto em outros estados, como Pernambuco, Rio de Janeiro. Já fizemos contato com protetores de lá. Queremos criar uma rede nacional”, conta.

Interessados em ajudar o projeto podem entrar em contato com Felipe por meio da página no Facebook.

Cachorro foi adotado e recebeu uma casinha. — Foto: Cláudia Mara Cavalheiro/arquivo pessoal
Projeto dá casinhas para pessoas que adotam cachorros abandonados, como forma de estimular a adoção. — Foto: Arquivo pessoal
Cada casinha ganha um número. — Foto: Arquivo pessoal

Por Carolina Cattaneo

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.