Projeto para castrar animais de rua em Toledo (PR) começa a ser executado

Objetivo é diminuir a quantidade de animais abandonados na cidade do PR. Segundo Secretaria de Meio Ambiente, dez mil cães vivem pelas ruas.

A Prefeitura de Toledo, no oeste do Paraná, começou a castrar cães abandonados da cidade. O objetivo da ação é diminuir a quantidade de animais nas ruas da cidade, evitando problemas de saúde pública. Devem ser realizados 25 procedimentos por mês, conforme a Prefeitura, que calcula a existência de dez mil cães de rua na cidade.

O projeto, em parceria com a Associação Focinhos Carentes de Toledox (AFOCAT), começou a ser executado no dia 16 de julho. Segundo a prefeitura, devem ser investidos pela coordenadoria de defesa e proteção animal da Secretaria de Meio Ambiente, cerca de R$ 50 mil por mês. Para realizar o procedimento, um convênio foi firmado, por meio de licitação, com uma clínica veterinária.

Ainda de acordo com a prefeitura, serão castradas apenas fêmeas, de até 15 kg, e que se encaixem em alguns dos requisitos: corram risco de morte, estejam prenhas, sejam filhotes, estejam doentes ou tenham sido atropeladas. Depois da recuperação, elas são colocadas para doação.

O procedimento inclui avaliação clínica pré-cirurgica, cirurgia, medicação pós-operatória e a retirada de pontos. A cirurgia dura em torno de 40 minutos, conforme o veterinário Fabiano Brito “É retirado útero e ovário, assim evita que o animal mais tarde possa ter outros problemas, como infecção de útero, gravidez psicológica”, explica.

A prefeitura também deve colocar em prática um projeto chamado Veterinário Mirim, para conscientizar alunos das escolas municipais sobre o abandono de animais.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.