Projeto para controlar quantidade de capivaras em Palmas (TO) vai durar dois anos

Projeto para controlar quantidade de capivaras em Palmas (TO) vai durar dois anos
Capivaras são muito comuns no Parque Cesamar, em Palmas — Foto: Monique Almeida/G1

A Prefeitura de Palmas anunciou que o projeto para controlar a população de capivaras em Palmas terá duração de dois anos e vai incluir a castração e monitoramento dos animas. Desde agosto está sendo realizado um levantamento para identificar os riscos que a grande quantidade de animais do tipo pode representar.

As equipes da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA) vão trabalhar em parceria com a UniCatólica. O acordo entre a presidente da fundação, Meire Carreira e a reitoria da universidade foi assinado nesta quarta-feira (11).

Depois do processo de castração os animais devem retornar ao habitat natural no dia seguinte. Eles serão acompanhados por técnicos e médicos veterinários que participarem das cirurgias. A prefeitura disse que vai cumprir todos os protocolos para evitar que o procedimento cause estresse aos animais.

Na capital, as capivaras se concentram principalmente no Parque Cesamar. A ideia é estabelecer limites para que não haja problemas com a superpopulação deste tipo de animal. O descontrole da população de capivaras pode causar riscos ambientais e facilitar a transmissão de doenças.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.