Projeto que já salvou mais de 700 animais de maus-tratos precisa de ajuda em Guarapari, ES

Projeto que já salvou mais de 700 animais de maus-tratos precisa de ajuda em Guarapari, ES

O Projeto Bicho em Pessoa Salva Vidas já resgatou mais de 700 animais, a maioria vítimas de maus tratos. Criado pelo casal Frederico Nogueira Naim e Geiza Matusoch, hoje eles cuidam 54 animais e já fizeram resgates emocionantes.

Um dos mais conhecidos e que comoveu muita gente em Guarapari, foi de uma égua que desmaiou de tanto trabalhar. Fraco e doente, o animal sofreu durante anos nas mãos do antigo tutor, que a usava para puxar carroça.

Depois que as imagens do animal viralizaram nas redes sociais, o Bicho em Pessoa entrou em ação. “O dono ficou sabendo que as imagens estavam circulando e ficou com medo. Levou o animal para um terreno em Lameirão e sumiu. Nós conseguimos localizar a égua e a resgatamos. Hoje ela vive muito bem em um sítio no interior de Guarapari cercada de verde e sem sofrimento”, conta Frederico.

Ele lembra de outros casos marcantes entre os animais resgatados. Um deles foi o de um Pit Bull que era usado para cuidar das drogas em uma boca de fumo na Praia do Morro. O tutor deixava o animal amarrado e sem comida. Sempre que alguém se aproximava, o animal alertava com latidos.

O Toreto era usado para vigiar drogas e era colocado para brigar em rinhas.

“Nós soubemos deste cão e fomos atrás. Ele estava tão faminto que quando chegamos com comida para ele e o desamarramos, ele veio correndo e foi muito dócil. Hoje ele está conosco e é extremamente feliz e bem tratado”, contou.

Um caso emblemático é o da pequena Angie, da raça Shih-tzu. Ela foi encontrada em estado deplorável. “Ela ficava em um lixão no fim do Ipiranga e estava com a cabeça tomada de machucados. Nem dava  para saber que era da raça Shih-tzu. Só dias depois percebemos”, contou Frederico. O vídeo abaixo mostra a recuperação de Angie. É de emocionar.

Vídeo: Projeto que já salvou mais de 700 animais de maus tratos precisa de ajuda.

Para dar conta de cuidar de tantos animais, o casal alugou uma casa para usar o quintal como abrigo, mas hoje já está toda ocupada pelos resgatados. Eles também abriram um Pet Shop para conseguir manter as despesas. Só de ração para cães, o casal gasta cerca de 600 quilos por mês, além de outros 60 quilos para gatos.

Eles recebem doações de algumas pessoas, mas a maior parte dos gastos sai do bolso deles e por isso precisam de ajuda para continuar com o belo trabalho que fazem resgatando animais em Guarapari.

A ajuda pode ser feita através de doação em dinheiro;

  • Banco do Brasil
  • Geiza M Souza
  • Ag. 0924-5
  • Conta Poupança: 41.761-0
  • Variação 51
  • Banestes
  • Geiza M
  • Souza
  • Ag. 0174
  • Conta poupança. 2896518-4

Ou ainda através de doações de medicamentos dentro da validade, cobertores, camas, brinquedos, casinhas e qualquer outro item. Quem quiser, pode ajudar comprando ração. As doações em dinheiro serão usadas para abater os custos nas casas de rações onde eles fazem compras.

Os telefones de contato são:  27 3262-9493 e 27 99880-2377. Quem quiser conhecer um pouco do trabalho do projeto, basta visitar o perfil do Facebook: https://www.facebook.com/BichoEmPessoaSalvaVidas/

Por João Thomazelli

Fonte: Portal 27

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.