Projeto quer levar castração gratuita para animais de rua em Teresópolis, RJ

Projeto quer levar castração gratuita para animais de rua em Teresópolis, RJ

Trabalho criado em Teresópolis será desenvolvido por veterinários voluntários.

RJ teresopolils zprojeto castracao animais1-AO

Um projeto elaborado por uma amante dos animais e uma acadêmica de veterinária pode ser uma luz no fim do túnel para o problema crescente da superpopulação de animais de rua em Teresópolis. O trabalho, ainda embrionário, tem como objetivo levar um serviço de castração em animais de rua que forem encontrados em comunidades carentes da cidade. A ideia é realizar o serviço no local com animais machos e solta-los em seguida. As fêmeas, por carecerem de um pequeno período de internação após a cirurgia, ficariam abrigadas na sede do grupo e depois encaminhadas para possível adoção. A dupla de benfeitoras já conta com apoio de aproximadamente 40 pessoas, que pretendem oferecer trabalho braçal e até mesmo ajuda financeira para o projeto, que também deverá contar com apoio do Unifeso.

O projeto foi elaborado por Érica Quintanilha, que é uma defensora da causa animal. “Eu sempre observei muitos animais abandonados nas comunidades e vejo que as pessoas não têm condições de ajuda-los. Eu tento fazer algo, mas uma andorinha não faz verão. Então acabei conhecendo muita gente que cuida de animais de rua e que sempre sonharam com esse controle de natalidade de cães e de gatos. Resolvi colocar isso no papel e foi daí que nasceu o projeto”, explica a criadora da Associação de Controle de Naturalidade Canina e Felina, denominada CNC, que está em fase de registro cartorário para se oficializar.

O documento que marca o lançamento conta com a adesão de aproximadamente 40 defensores da causa, todos selecionados pela fundadora para tal missão. “Queremos oferecer uma solução e vamos conseguir, principalmente com a ajuda dos voluntários que serão essenciais com sua força braçal, com apoio financeiro ou mesmo ajudando na divulgação em sites e redes sociais. Sem falar da importante participação das veterinárias do Unifeso, que vão realizar os procedimentos gratuitamente. A partir do registro, vamos nos preparar inclusive para receber as doações através de contribuições, doações e patrocínio. Isso porque pretendemos comprar os medicamentos para garantir os procedimentos”, detalha.

Fonte: Net Diário

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.