Projeto Tampinhas que Salvam soma mais de mil quilos em cinco meses, em Catanduva, SP

Projeto Tampinhas que Salvam soma mais de mil quilos em cinco meses, em Catanduva, SP
Crédito: Divulgação - Projeto ajudar animais abandonados e contribui com a preservação do meio ambiente

O Projeto Tampinhas que Salvam, idealizado em Catanduva pela protetora dos animais Ivânia Soldati, somou em sua última pesagem 1.211 quilos em doações de tampas plásticas. O material é fruto de doações feitas pelos moradores da cidade nos últimos cinco meses.

A protetora criou o projeto e trabalha de forma voluntária na coleta de tampinhas. O material é reciclável e com a venda é possível atender as necessidades da causa animal, entre elas castrações, resgates, cirurgias, medicamentos, entre outros.

“As doações dos últimos cinco meses somaram mais de uma tonelada de material. Foram necessárias seis viagens com uma caminhonete para levar o material até o reciclador. Quero agradecer aos nossos pontos de coleta e a todos que fizeram suas doações”, comentou Ivânia, hoje vereadora em Catanduva.

Além de ajudar os animais abandonados e vítimas de maus-tratos, o Tampinhas que Salvam também ajuda na preservação ambiental, já que destina corretamente o material. Além das tampinhas plásticas, as pessoas podem doar lacres de alumínio, que também é reciclável.

O projeto está no Facebook (Tampinhas que Salvam) e no Instagram @tampinhas.catanduva. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 17 99201-7364.

Fonte: O Regional