Projeto visa solução para a população canina na UFPA

Projeto visa solução para a população canina na UFPA

Objetivo é cuidar da saúde e controlar a circulação dos cães. Comissão da causa animal vai monitorar a execução do projeto. 

PA belem caesufpa

A Universidade Federal do Pará (UFPA) está elaborando um projeto que visa cuidar, identificar e realocar a população canina do campus em Belém. O objetivo é apresentar uma solução para a circulação e, principalmente, para a saúde dos cães. O projeto, batizado de “Shiba” (nome do cão guia de uma aluna da universidade), também deve atender a necessidade do controle da natalidade canina, que deverá ser resolvida com a castração desses animais.

“Precisamos fazer esse projeto com toda a preocupação e a precaução de tratar os animais de maneira digna, dar o conforto e as condições de vida que merecem, mas entendendo, também, que a Universidade não pode ter a convivência com eles da forma como vivem hoje, sem cuidados”, afirma o reitor reitor Carlos Maneschy.

PA belem caoSegundo a organização do plano, o trabalho será cuidadoso e todas as atividades e ações do programa serão agilizadas o mais rápido possível. “Esperamos que a causa de Shiba, simbolicamente, nos guie, para buscar as melhores soluções”, afirma o professor Stéfano Andrade, coordenador acadêmico do Campus Castanhal, que tem toda uma estrutura montada na área de Medicina Veterinária.

A comissão da causa animal da UFPA afirma que é muito importante este momento de decisão em relação à vida desses animais. “É momento muito importante porque vem ao encontro dos nossos anseios de proteger esses animais, pelos quais lutamos há muito tempo. O nosso papel vai ser de monitoramento e acompanhamento do projeto. Eu espero que ele seja executado e cumpra o que sempre sonhamos para eles (animais), uma vida digna”, disse Sueli Palheta.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.