Promotoria pede retirada de 400 cães abandonados de aldeia indígena em SP

Promotoria pede retirada de 400 cães abandonados de aldeia indígena em SP

Área localizada no Jaraguá, Zona Norte da capital paulista, é conhecida pelo alto índice de abandono desses animais

SP sp jaragua aldeia478930

O Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de São Paulo foi aconselhado pelo Ministério Público Federal a providenciar a remoção de aproximadamente 400 cães abandonados de uma terra indígena localizada na Zona Norte da capital paulista, nesta segunda-feira (20).

Localizada no Jaraguá, a área é a menor terra indígena do Brasil, com apenas 1,5 hectares e 800 habitantes. Segundo o MP, o alto número de animais abandonados no local tem levado uma série de problemas de saúde à população da região.

Entre as doenças destacadas estão contaminações devido à ingestão de água com fezes e surtos de pulgas e carrapatos. Além disso, o MPF afirma que a presença dos animais leva risco à integridade física tanto de crianças e adolescentes indígenas quanto dos próprios cachorros.

Veja fotos da aldeia ameaçada pela grande presença dos cães:

SP sp jaragua aldeia478931

SP sp jaragua aldeia478932

SP sp jaragua aldeia478933

A Prefeitura tem prazo de dez dias úteis para se manifestar em relação às recomendações, que incluem medidas o para impedir que outros animais venham a ser abandonados na região. Se a medida não for cumprida, poderão ser tomadas medidas judiciais e extrajudiciais.

Fonte: Último Segundo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.