Proprietário de fazenda onde cadela abandonada foi filmada em Guaraí (TO) é intimado pela Polícia Civil

Proprietário de fazenda onde cadela abandonada foi filmada em Guaraí (TO) é intimado pela Polícia Civil

O proprietário de uma fazenda situada há cerca de 30Km do Centro de Guaraí foi intimado a prestar depoimento na Polícia Civil, após imagens de uma cadela em visível estado de abandono terem sido registradas no último sábado, 20 de março. Voluntários chegaram a se deslocar para a propriedade logo após a repercussão promovida pelo Guaraí Notícias, mas não encontraram o animal.

Um denunciante anônimo foi o responsável pelo registro das imagens enviadas ao Guaraí Notícias e que tiveram ampla repercussão. Este mesmo denunciante repassou a localização da propriedade rural para voluntários da causa animal. Apesar do esforço na tentativa de chegar até a fazenda, os protetores não conseguiram resgatar o animal, pois alguém já teria retirado ele das correntes.

Mais detalhes sobre o caso

Testemunhas ouvidas de maneira reservada pelo Guaraí Notícias relataram que o animal estaria sofrendo maus tratos há pelo menos um ano e alguns vizinhos sabiam disso, mas tinham medo de denunciar. Os voluntários que estiveram no referido imóvel confirmaram que o local não possuía moradores e que parecia estar abandonado. A identidade do responsável pela fazenda não foi informada.

Punições previstas em legislação

O abandono de animais, além de um ato cruel, também é um crime no Brasil desde o ano de 1998, de acordo com a Lei Federal Nº 9.605/98. Em 2020, com a aprovação da Lei Federal Nº 14.064/20, as penas para maus-tratos foram aumentadas, podendo variar de dois a cinco anos de reclusão, além de multa e proibição da guarda, isso quando o cão ou gato abandonado for de estimação.

Por Marcelo Gris

Fonte: Guaraí Notícias

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.