Proprietário de salão de beleza tortura cão arrancando seus dentes

Proprietário de salão de beleza tortura cão arrancando seus dentes

Um vídeo horrível de um cachorro cujos dentes são forçosamente removidos por um proprietário de salão de beleza no Distrito de Haizhu, em Guangzhou, se tornou viral nas redes sociais chinesas no fim de semana.

O filhote de 2 meses apareceu no salão e foi pego pelo dono, de sobrenome Zhou, de acordo com uma mensagem enviada por Zhou em um grupo do WeChat. Ele realizou o ato malicioso depois que o cachorro supostamente mordeu o namorado de um amigo.

Nas breves imagens, Zhou, o proprietário do D-Salon em Jiangnanxi Da Dao, pode ser visto ao segurar a boca de Shiba e puxar quatro dos seus dentes com um alicate. O cachorro estava amarrado a uma cadeira e outro homem o segurava.

Imagem Via Weibo.

Com uma indiferença arrepiante, os dois homens avançam na terrível tarefa enquanto o pobre filhote grita de dor.

As pessoas foram rápidas em condenar Zhou online por seu tratamento cruel, e o exterior de sua loja foi manchado com tinta vermelha, simbolizando sangue, de manhã cedo no domingo.

O jornal The Paper relatou que Zhou foi visto sob custódia da polícia na tarde do domingo, e sua loja foi fechada às pressas.

O cachorro foi levado por um voluntário para um hospital veterinário para receber atendimento.

Imagem Via Weibo.

A conta do Dianping do D-Salon, que tinha sido inundada com críticas negativas e comentários cheios de palavrão, foi desativada. Informações pessoais de Zhou, incluindo sua idade, altura, peso e endereço da loja, tornou-se pública on-line na China via o notório “human flesh search engine” (mecanismo de busca de carne humana).

“Isto é simplesmente maus-tratos a um animal. Não há necessidade de sentenciá-lo, ele deveria ser tratado do mesmo modo que tratou aquele cachorro”, comentou um usuário do Weibo.

Muitos outros comentaram que eles esperam que Zhou e seu negócio enfrentem uma “morte social”, um termo na internet para aqueles que fazem alguma coisa vergonhosa, e todos são cientes de suas ações.

Onde este último incidente relatado com o cachorro nos deixa? De forma triste, atitudes em relação aos cachorros em Guangdong permanecem relativamente negativas, sendo que algumas pessoas temem os animais ou não os consideram animais de estimação.

Incidentes de crueldade são comuns e, embora proprietários de animais de estimação, incluindo cães, estejam em ascensão, muitos proprietários não estão aptos para cuidar de um animal.

Tom Glover / Ryan Gandolfo / Tradução de Fátima C G Maciel 

Fonte: THAT’S

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.