Protesto em Nova York contra o “Festival de carne de cães” da Coréia do Sul

Protesto em Nova York contra o “Festival de carne de cães” da Coréia do Sul

Tradução Alice Wehrle Gomide

EUA NovaYork protesto

Ativistas dos direitos dos animais protesaramo em Manhattan na última quinta-feira (23) pedindo o fim do “Festival de Carne de Cães”.

Os protestantes se uniram no East Side para conscientizar a população sobre a indústria de carne de cães na Coréia do Sul.

Estima-se que dois milhões e meio de cães e gatos são massacrados e comidos como “comida saudável” na Coréia do Sul todos os anos, a grande maioria no “Festival de Carne de Cães” que acontece anualmente no país.

“O jeito que eles são massacrados é particularmente violento. Tipicamente, eles levam uma martelada na cabeça; cachorros são cozidos ainda vivos porque eles acham que a carne terá um gosto ainda melhor. É uma quantidade extraordinária de crueldade”, disse Ana Garcia, uma demonstradora.

Ativistas dizem que os sul-coreanos acreditam que quanto mais o cachorro sofre antes de ser morto, mais benefícios eles ganham quando comem sua carne.

Fonte: 6 ABC

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.