Protetora dos animais é agredida ao filmar supostos maus-tratos na Expoapi

Protetora dos animais é agredida ao filmar supostos maus-tratos na Expoapi
Fotos: Reprodução Internet

A Presidente da Federação de Proteção aos Animais do Piauí, Zélia Maria Soares, registrou boletim de ocorrência na Delegacia do 2º DP, no bairro Primavera, zona norte de Teresina. Ela afirma ter sido agredida fisicamente no Parque de exposição Dirceu Arcoverde, no final de semana, ao filmar animais que estariam expostos ao sol por muito tempo. Outro fato flagrado pela ativista da causa animal, foi a presença de vaqueiros com esporão nos pés, que seriam utilizados para bater nas costelas dos cavalos.

Consta no boletim de ocorrência que um homem, de bengala, de idade um pouco avançada, partiu para cima de Zélia, enquanto ela filmava os maus-tratos, batendo com a bengala nela. Enquanto isso, outros homens que estavam no local tomaram o celular e apagaram as imagens.

A presidente da federação relatou que animais ficaram horas ao sol na Expoapi, sem água e sem alimento. Ela é representante das Ong’s de proteção animal e estava no estrito dever legal de fiscalizar o evento, conforme Acordo de Cooperação Técnica, assinado em conjunto com os organizadores da Expoapi e o Ministério Público do Piauí.

O organizador da Expoapi, deputado João Madison, não foi encontrado na manhã dessa segunda-feira (05) para falar sobre o assunto.

Veja abaixo o vídeo.

Boletim de ocorrência feito pela ativista
Boletim de ocorrência feito pela ativista

Por Walcy Vieira

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.