Protetora pede ajuda nas redes sociais para salvar cão vítima de maus-tratos

Protetora pede ajuda nas redes sociais para salvar cão vítima de maus-tratos

A cena é chocante. Jó perdeu parte do osso nasal e uma ferida muito grande tomou conta do focinho.

Uma corrente do bem se uniu nas redes sociais para tentar salvar o cãozinho Jó, de apenas 4 anos, resgatado na última terça-feira (19) pela protetora Mayne Almeida, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR).

A cena é chocante. Jó perdeu parte do osso nasal e uma ferida muito grande tomou conta do focinho. Para a veterinária Ana Carolina Leite, o problema pode ter sido causado por uma bomba, espancamento ou briga com outros animais de rua. O quadro, segundo ela, é grave. “Ele está respondendo bem e já saiu do oxigênio. Precisa de muitos cuidados, mas ainda é cedo demais, porque está muito fraco”.

Os problemas do cão não param por aí. Ele não se alimenta sozinho, está anêmico, tem alterações na próstata e nos testículos e um tumor venéreo. O tratamento inclui transfusões de sangue, reconstrução da face e quimioterapia. Para arcar com os custos do internamento, Mayne começou uma campanha nas redes sociais.

A protetora recebeu a denúncia através de sua página no Facebook e é através dela que está postando atualizações sobre o caso. “Jó é realmente um guerreiro. Ele respira e luta pela vida de uma forma impressionante”, escreveu.

Quem quiser ajudar pode doar através de depósito em conta bancária ou diretamente na clínica, que fica no número 2494 da Avenida General San Martin, no bairro homônimo. O caso pode ser acompanhado através da página da protetora Mayne Almeida.

Banco do Brasil, agência 3108-9, conta poupança 7223-0, Var 51 ou Banco Bradesco, agência 3208, conta corrente 0106969-1, em nome de Mayne Maria de Almeida (CPF: 318.709.294-20)

Informações: 9-9180-7179

Fonte: JC

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.