Protetora pede ajuda para tratamento de cadela vítima de maus-tratos em Barra de Sirinhaém, PE

Protetora pede ajuda para tratamento de cadela vítima de maus-tratos em Barra de Sirinhaém, PE
Além do problema no focinho, Rute está anêmica e com a doença do carrapato (Foto: Cortesia)

Uma campanha lançada este mês está unindo forças nas redes sociais para ajudar no tratamento de uma cachorrinha vítima de maus-tratos. Rute, como é chamada a cadela de apenas dois anos, teve parte do focinho arrancado com um objeto cortante e foi resgatada no início do mês em Barra de Sirinhaém, na Mata Sul do Estado.

Os gastos com o tratamento são grandes. “Em 13 dias, a conta já soma aproximadamente R$ 1200. Fiz os cálculos e, por semana, a internação dela vai custar R$600”, declarou a protetora Mayne Almeida. Além de Rute, ela está cuidando de outra cadela, que tem crises epiléticas. Por esse motivo, Mayne lançou um pedido de ajuda a Rute através de sua página no Facebook.

A protetora soube do caso através das redes sociais. No dia 03 de janeiro ela saiu de Paulista, na Região Metropolitana no Recife, para salvar a vida de Rute, encontrada em Sirinhaém, a cerca de 80 quilômetros da capital. “Ela está extremamente anêmica e com a doença do carrapato. Eu preciso de suporte para continuar oferecendo todo o tratamento que ela precisa.” A cachorrinha está internada na clínica Amor de Bicho, em San Martin, Zona Oeste da capital.

Doação 

Você pode acompanhar o caso através da página da protetora clicando aqui (IMAGENS FORTES). Quem quiser ajudar, pode fazer depósito ou transferência de qualquer valor para as contas:

Caixa Econômica Federal – agência 1421, operação 13, conta poupança 2026-9.

Bradesco – agência 3208, conta corrente 0106969-1

Banco do Brasil-  agência 3108-9, conta poupança 7.223-0, var 51

Banco Itaú- agência 6066, conta poupança 32527-2/ 500

Fonte: JC Online 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.